O Tribunal da Espanha absolveu o jogador Neymar e outros réus de acusações de fraude e corrupção sobre sua transferência para o Barcelona. A decisão foi divulgada nesta terça-feira (13), após os promotores retirarem todas as acusações do julgamento de alto nível.

A ação era movida pela empresa brasileira DIS, dona de 40% dos direitos de Neymar quando o craque ainda estava no Santos. A DIS argumentou que perdeu parte da transferência porque seu valor teria sido subestimado, pedindo pena e prisão de 5 anos para Neymar e o pagamento de uma multa de R$ 835 milhões (149 milhões de Euros). O pedido foi negado.

Em outubro deste ano, Luis Garcia Canton, promotor de justiça do Ministério Público, retirou as acusações, dizendo que “não havia o menor indício de crime”, pedindo a absolvição de todos os réus. Além de Neymar, seus pais, dois ex-presidentes do Barcelona e o ex-presidente do Santos Odilio Rodrigues Filho também foram inocentados.

15/12/2022

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Whats da Rádio Ole
Enviar mensagem
X