Há 83 anos, em maio de 1941, choveu por 24 dias seguidos e Porto Alegre ficou exatamente como está neste sábado (4.mai.2024): inundada. A história se repetiu praticamente nos mesmos dias e mês do século passado.

Em 1941, as águas começaram a subir de forma ameaçadora em 2 de maio. E, 6 dias depois, em 8 de maio, alcançaram 4,76 metros. Nesta que se tornou a pior enchente da história da capital gaúcha, as águas do rio Guaíba chegaram a 5,30 metros. A diferença é que este ano a força das águas atingiu 317 dos 497 municípios gaúchos, afetando mais de meio milhão de pessoas.

Segundo a Defesa Civil, até as 18h deste sábado (4.mai) foram contabilizadas 55 mortes, sendo que outras 7 estão em investigação. Há 107 feridos e 74 desaparecidos, além de 13.324 pessoas em abrigos e 69.242 desabrigados.

As chuvas ainda não deram trégua e as enchentes estão tomando também os Estados vizinhos. Santa Catarina já registrou uma morte e, no Paraná, um casal morreu ao atravessar uma ponte de carro, que acabou levado pela correnteza.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Whats da Rádio Ole
Enviar mensagem