Wanderley Tribeck, o primeiro a interpretar o palhaço Bozo no Brasil, morreu aos 73 anos em Balneário Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina, na noite de terça-feira (18). Em uma transmissão nas redes sociais, familiares informaram que ele teve um infarto.

Ele passou mal pela manhã e foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Depois, foi levado ao Hospital Municipal Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú, mas não resistiu e morreu por volta das 23h.

Tribeck, também conhecido artisticamente como Wandeko Pipoca, interpretou o palhaço Bozo de 1980 a 1985. Atualmente, atuava como pastor evangélico, sendo integrante ativo da Assembleia de Deus de Criciúma, no Sul de Santa Catarina.

Nas redes sociais, o filho de Wanderley e pai de duas netas do artista, lamentou a perda.

“Hoje é o dia mais triste da minha vida, perdi meu pai, meu melhor amigo, minha referência. Pai obrigado por tudo. Ainda não acredito que você se foi. Falei com o senhor ontem à noite, vai ser duro não poder te ligar mais. A dor é gigante. Meu Deus olhe por mim, pois preciso de força para criar minhas 2 filhas. Adeus papai, te amarei para sempre de todo meu coração”, publicou o filho Wanderley Tribeck Júnior.

Em 2023, lançou sua biografia intitulada “Da Morte para a Vida”, onde relatou toda a trajetória, desde o começo na carreira artística, a passagem como Bozo e a vida após a televisão.

Wanderley será velado na Central de Luto em Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina, informou a família.

Outros intérpretes brasileiros do Bozo

 

Além de Tribeck, que interpretou Bozo entre 1980 a 1985, o Brasil teve ao menos mais 10 representantes do famoso personagem. Veja abaixo.

  • Luís Ricardo (1982-1990): foi quem substitui Tribeck após agradar o público em uma apresentação na TV aberta em que fazia mágica e equilibrismo.
  • Arlindo Barreto (1983-1987): era ator, apresentador e pastor evangélico e ganhou notoriedade nos anos 80 interpretando o palhaço.
  • Paulo Seyssel Neto (1983): ele revezou a apresentação como Bozo com Luís Ricardo por um período de tempo.
  • Décio Roberto (1984-1991): atuava em um circo e foi contratado pela emissora para interpretar o palhaço. Seu trabalho durou 7 anos.
  • Luiz Leandro (1985-1986): experiente já como o palhaço Remelexo, em São Paulo, foi chamado para o papel.
  • Marcos Pajé (1986-1989): primeiro tocou na banda do Bozo e depois interpretou o personagem.
  • Edílson Oliveira (1986): produtor de TV, apresentador e humorista, também revezou Bozo ao lado de Luís Ricardo.
  • Charles Myara (1982-1985): considerado o primeiro Bozo do Rio de Janeiro.
  • Nanni Souza (1982-1985): produtor musical, representava Bozo no Rio de Janeiro enquanto a atração era apresentada por lá.
  • Evandro Nunes (1984-1985): Mineiro, e com experiência no grupo infantil “Os Alegríssimos”, realizou o teste e foi aprovado.

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Whats da Rádio Ole
Enviar mensagem