O drama sem fim dos integrantes da Família Brino segue em função dos deslizamentos de terra que levaram seis familiares na cidade de Sales, Nesta terça-feira, 2 de julho. foi encontrada Janice Brino, de 49 anos. nas buscas do Corpo de Bombeiros. Com isso, quatro pessoas da família foram encontradas- O casal de idosos Elírio Brino e Erica Brino, de 78 anos, seguem desaparecidos.

A dor da Família Brino é angustiante. A casa deles foi atingida por um deslizamento de terra no interior de Roca Sales. Foram levados junto com o imóvel os patriarcas da família. Elitio Btino e Erica Btino, de 78 anos, Dorly Brino, de 57 anos, Janice Brino, de 49, e as filhas do casal Gabriela Brino, de 9 anos, e Maria Eduarda Brino, de 20. Dorly, Gabriela e Maria Eduarda já tinham sido e já foram sepultados.

Nesta semana, a família fará o sepultamento de Janice Brino, localizada nesta terça-feira, 2. E, além disso, a dor vai continuar na pr(xura pelos corpos dos idosos Elírio e Erica. Um dos integrantes da família que sobreviveram foi o agricultor Nilvaldino Brino, de 59 anos, sobrinho de Elírio e Erica Brino.Segundo o produtor rural, ele estava na granja dos tios no momento da tragédia. O trágico episódio aconteceu no dia 30 de abril, por volta das 15h30_ Já chovia forte na ocasião e ele tinha ido ajudar os parentes a desobstruir uma tubulação que estava entupida por conta das chuvas. ‘Não deu cinco minutos. Eu cheguei em casa, guardei o trator e ai escutei um estouro. Parecia um avião caindo. Eu a minha mulher vimos a terra, a lama, descendo de (uma altura de) uns 40 metros, ou até mais. Aí gente saiu correndo”. lembra Nivaldino, que precisou se mudar para a casa dos filhos, em Muçum. Cidade que fica ao lado de Roca Sales.

Adriano Brino, que é filho, irmão, cunhado e tio das vítimas, explica que a situação é muito impactante, pois tudo o que havia na granja dos pais foi levado, ‘Pegou toda a granja da fama e foi descendo tudo. Mais de 500 suínos morreram, o gado foi todo arrastado para o no… Só restou um boi. Meu pai nasceu ali, antes era casa do meu avô, e nós nunca vimos nada parecido com isso. relatou Adriano.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Whats da Rádio Ole
Enviar mensagem