“Do coração de Santo Antônio brota a fraternidade”, inspirado na temática da Campanha da Fraternidade 2024, foi o lema da 146ª Festa de Santo Antônio de Bento Gonçalves, que teve sua culminância na quinta-feira, 13 de junho. O Dia Festivo foi marcado pela alvorada festiva, com o toque dos sinos no Santuário Diocesano de Santo Antônio e nas comunidades. Com sol e temperatura amena, a programação foi intensa, contando com cinco Missas, sendo uma delas realizada no lado externo do Santuário, seguida de procissão, além do almoço de confraternização.

Ao longo do dia, conforme dados da Secretaria Municipal de Segurança Pública, cerca de 8 mil pessoas passaram pelo Santuário Santo Antônio. Para se ter uma base, mais de 600 pessoas estiveram em cada Missa, no interior do Santuário, num total de mais de 3 mil pessoas. Os tradicionais pãezinhos de Santo Antônio, mais uma vez, foram destaque dos festejos: mais de 48 mil unidades foram distribuídas no pátio do Santuário.

O ponto alto das celebrações ao Padroeiro de Bento Gonçalves foi a Missa das 15h, com a presença do bispo da Diocese de Caxias do Sul, Dom José Gislon. A celebração aconteceu em frente ao Santuário Santo Antônio, e reuniu as comunidades da Paróquia Santo Antônio com seus estandartes. Além do grande público que ocupou as ruas do entorno da igreja, o Santuário também ficou lotado. Ao final, todos juntos partiram em procissão com a imagem do Padroeiro, com cantos e orações para saudar o santo.

Em sua mensagem inicial, o bispo colocou suas intenções, por intercessão de Santo Antônio. “Trago no altar do Senhor, a vida de todos vocês, o povo de Deus desta cidade, os devotos de Santo Antônio, os festeiros que se dedicaram para concretizar estes festejos, os doentes, os jovens e os desempregados. Diante da ternura e do amor de Santo Antônio para com Jesus, queremos colocar no altar a vida com todas as suas realidades”, pontuou.

Dom José Gislon também recordou os acontecimentos climáticos do Rio Grande do Sul do mês de maio e que impactaram fortemente a cidade de Bento Gonçalves. Ele destacou a solidariedade do povo bento-gonçalvense e a generosidade da comunidade. “Queremos elevar nossa prece a Santo Antônio, padroeiro de Bento Gonçalves, para que dê força ao povo desta cidade, povo solidário e fraterno, sobretudo àqueles que perderam entes queridos e seus bens. Que possam, com esperança, reconstruir sua vida e de suas famílias”, salientou.

Já na Missa das 18h, a celebração em ação de graças pelo êxito dos festejos de 2024, o casal coordenador dos festeiros, Iomar e Ana Coser Mazutti, fez o agradecimento a todas as equipes e comissões, patrocinadores e apoiadores que, juntamente com os festeiros e festeiros jovens, concretizaram os festejos de 2024.

“Todos juntos, empenhados num mesmo ideal, cada um com sua personalidade, características e qualidades, nos tornamos um grupo forte capaz de comemorar as alegrias e também de se apoiar pra corrigir os erros juntos, sempre que necessário! Juntos vivemos o nosso lema: “Do coração de Santo Antônio brota a fraternidade”, salientou o casal.

Um momento emocionante marcou a conclusão dos agradecimentos: os festeiros, em procissão, conduziram a imagem de Santo Antônio pelo corredor central do Santuário, ao som do hino da 146ª Festa: “A ti, meu Deus”. Enquanto isso, uma chuva de pétalas de flores caiu sobre o andor e os devotos do Padroeiro de Bento Gonçalves.

Antes do anúncio dos festeiros da edição de 2025, o pároco, padre Volmir Comparin, enalteceu todo o trabalho realizado na Paróquia, pelas equipes e comissões. “O que tem de se dizer nesta hora: muito obrigado. Que tudo isso que aconteceu nesta 146ª Festa de Santo Antônio seja entregue nas mãos de Deus. São tantos e belos os sinais de amor pela Igreja e por esta devoção a Santo Antônio. Que todos se sintam agradecidos, porque esta festa foi construída com muitas mãos e muitos corações. E agora nos resta preparar a 147ª Festa do nosso Padroeiro”, finalizou.

Na conclusão da Missa, padre Volmir fez o anúncio do lema da 147ª Festa de Santo Antônio, de 13 de junho de 2025: “Pelo olhar de Santo Antônio contemplamos a criação”, em comunhão com a Campanha da Fraternidade 2025, que irá abordar a encíclica Laudato Si’, do Papa Francisco.

Edição de 2024 teve o maior alcance da história, pelas redes sociais

Todas as Missas foram transmitidas pelas redes sociais da Paróquia Santo Antônio e milhares de pessoas puderam celebrar a devoção que é a mais antiga da Imigração Italiana, com 146 anos de história, em suas casas. De acordo com o aplicativo de métricas Reportei, a página da Paróquia no Facebook, de 1º de abril a 13 de junho, período em que foram realizadas as visitas, eventos, Trezena e Dia Festivo, alcançou 475.726 contas. O Instagram, no mesmo período, registrou 142.952 visualizações em postagens, stories e reels. E, por fim, o canal do YouTube teve quase 51 mil visualizações.

Foto: Matteo Pavan

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Whats da Rádio Ole
Enviar mensagem